sábado , 21 outubro 2017
Novidades

Novidades

VW lança novo Cross up! 2018

Volkswagen novo cross up! alia estilo aventureiro com tecnologia, conectividade e desempenho
  • Versão off-road tem estilo exclusivo e destaca robustez, durabilidade e versatilidade da família up!
  • Modelo é oferecido exclusivamente com carroceria de quatro portas e motor TSI
  • Nova linguagem global de estilo confere mais esportividade ao cross up!
  • Novo painel traz iluminação ambiente em LED e instrumento combinado mais sofisticado
  • Linha 2018 do novo up! é oferecida em quatro versões (take, move, high e cross), além da série especial connect
Moderno e conectado, o modelo passa a contar com a nova linguagem global de estilo da Volkswagen, jovial e esportiva, além de trazer tecnologias e equipamentos inéditos no segmento. Além disso, o novo cross up! passa a ser oferecido exclusivamente com carroceria de quatro portas e motor 1.0 TSI de até 105 cv, sempre associado ao câmbio manual de cinco marchas

O novo cross up!, que começa a chegar às concessionárias Volkswagen ainda este mês, passa a trazer novidades funcionais, especialmente quando o assunto é tecnologia. Faróis de neblina com luz de conversão estática (cornering light), sensores de chuva e de luminosidade (crepuscular) e suporte para celular estão entre os recursos exclusivos do novo up! na categoria. E mais: o aplicativo exclusivo “maps + more” desenvolvido pela Volkswagen possibilita monitorar as principais funções do veículo por meio do smartphone.

Um carro à frente do seu tempo, o novo cross up! 2018 conta com painel totalmente novo: do instrumento combinado maior e o acabamento refinado ao volante multifuncional de estilo global e a iluminação de ambiente (recurso inédito na categoria). Um conjunto de novidades que resulta em um interior mais sofisticado.


Visual que traduz robustez e força

A versão aventureira do novo up! traz aparência ainda mais robusta. O visual esportivo e imponente do novo cross up! é marcado por vários elementos exclusivos, sempre conciliando forma e função.

Voltado para um perfil de consumidor diferenciado, o novo cross up! traz uma série de diferenciais em relação ao restante da gama. Na dianteira, o modelo conta com apliques em “chrome effect” na seção central do para-choque – esse elemento marcante, no qual estão as entradas de ar inferiores e os faróis de neblina, já ressalta a aparência mais robusta do modelo.  Em todos os modelos TSI da linha 2018, essa parte agora é em preto brilhante.

Os faróis auxiliares com a tecnologia de luz de conversão estática (cornering light) são itens de série para a versão off-road e possuem aros cromados. A parte inferior do para-choque traz outro aplique, também em “chrome effect”, reforçando o caráter aventureiro do modelo.

Na lateral, os apliques em plástico preto nas caixas de roda também colaboram para ressaltar a robustez do novo cross up! e conferem ao modelo proteção extra no uso diário. As faixas laterais, também em plástico preto, protegem as portas e trazem o emblema da versão com grafia exclusiva “cross up!”. É exclusivo da versão o rack de teto em “chrome effect”, que torna o modelo mais versátil – esse acabamento é dado também aos retrovisores externos.

O visual forte do cross up! é complementado pelo elemento inferior do para-choque traseiro em “chrome effect”. Outro destaque é o friso cromado na tampa traseira, que transmite sofisticação ao visual do compacto.

No interior do modelo também há detalhes exclusivos: a soleira das portas dianteiras recebe aplique de alumínio e as alavancas de câmbio e do freio de estacionamento são revestidas em “native”.

Os bancos têm revestimento exclusivo em tear “hydra” cinza – o tecido possui embossagem especial e a faixa lateral é em vinil. O nome da versão está gravado no encosto do banco.

O painel possui detalhes em “chrome effect” conta com a faixa superior (PAD) com estilo Pixxl Paladium, que harmoniza com o ambiente em Preto Titan.

Conectividade: seu carro na tela do celular

O novo cross up! TSI oferece o inédito sistema “Composition Phone”, que por meio do aplicativo “maps + more” (disponível gratuitamente para os sistemas Android e IOS) instalado no smartphone permite a conectividade entre rádio, carro e telefone celular. Com tela colorida de 5”, o sistema “Composition Phone” conta ainda com entradas auxiliar e SD-Card e porta USB (capaz de carregar a bateria do celular), posicionada no suporte de celular.

O pareamento entre o celular e o sistema de som ocorre via Bluetooth, de maneira simples e rápida. Ao abrir o aplicativo “maps + more”, a tela do smartphone passa a ser a tela central do sistema de som e, com isso, é possível também controlar algumas funções do celular via sistema de som. Vale ressaltar que, paralelamente ao uso do aplicativo Volkswagen, é possível utilizar outros aplicativos, como o Spotify, o Waze, entre outros.

Com o aplicativo “maps + more” em funcionamento, a tela do celular mostra atalhos para agenda de telefone (possibilitando fazer ou atender ligações), músicas salvas no celular (permitindo escutar a playlist ou selecionar a faixa a ser reproduzida) e chamada para o Volkswagen Service (0800-555-765), no qual é possível solicitar serviços de apoio em relação ao veículo.

Na tela do rádio é exibido um menu com cinco ícones principais do aplicativo:

Navegação – A navegação pelo aplicativo “maps + more” utiliza mapas atualizados pela TomTom, que além de serem salvos no celular (ou seja, não dependem de internet para serem acessados) contam com informações contínuas de trânsito. É possível inserir um endereço de destino de duas maneiras: digitando ou por reconhecimento de escrita direto na tela do celular – basta “desenhar” na tela do celular a letra que deseja procurar que o sistema irá buscar as palavras que começam com aquela reconhecida.

Think Blue. Trainer – Trata-se de um dispositivo de monitoramento e auxílio ao motorista para uma condução mais eficiente que funciona de forma complementar ao indicador de troca de marchas no painel de instrumentos. O sistema mostra na tela do celular um gráfico que se modifica à maneira que o veículo consome mais ou menos combustível. Quanto mais econômico, mais elementos azuis aparecerão.

Computador de bordo – Outra função do aplicativo é mostrar as principais funções do computador de bordo do veículo. Consumo médio, consumo instantâneo, autonomia, velocidade média, distância percorrida e tempo de viagem – desde a partida e a longo prazo – podem ser visualizadas na tela central do instrumento combinado ou pelo celular.

Mostradores – Por meio do aplicativo é possível espelhar (lado a lado) na tela do celular, em tamanho aumentado, o conta-giros e o mostrador da temperatura do líquido de arrefecimento. Sendo possível, inclusive, escolher de qual lado cada um vai ficar.

Busca – Assim como a navegação, o sistema de busca do aplicativo da Volkswagen possibilita ser acionado de duas maneiras: digitando ou por reconhecimento de escrita direto na tela do celular. A busca engloba não apenas endereços do mapa, mas contatos e músicas salvos no telefone, por exemplo.

Linha 2018: visual mais esportivo e versão inédita

O novo up! é oferecido em quatro versões (take, move, high e cross), além da série especial connect. Toda a linha 2018 do modelo traz visual mais esportivo e maduro, sem perder o caráter de ícone.

Com linhas mais horizontais, o compacto tem como grandes diferenciais na dianteira os faróis e o para-choque. O conjunto ótico passa a contar com novos elementos internos. Já o para-choque está mais pronunciado, com ângulos ainda mais evidentes. A grade do radiador passa a contar com friso cromado que se conecta à linha que margeia os faróis.

Nas laterais, destaque para o logotipo “TSI” na coluna “B” e as novas rodas e calota. O take up! passa a ser equipado com a calota 14”. O move up! traz a roda de liga leve 14” e o high up! exibe a roda de liga leve 15”. Todas com visual inédito.

A parte de trás do veículo segue a filosofia da dianteira, com mais elementos cromados e detalhes que realçam a esportividade. As lanternas têm novo visual e são escurecidas, utilizando a tecnologia de tripla injeção (com elementos em vermelho, preto e transparente). Resultado: uma nova assinatura visual noturna.

Outra novidade é o friso cromado que percorre toda a parte inferior da tampa do porta-malas (high up!) e se conecta com o fim das lanternas. O para-choque traseiro também é novo, com linhas mais horizontais e que se alargam conforme se aproximam da parte inferior do veículo, dando a impressão de que o novo up! está mais largo. Retrorrefletores e o amplo difusor traseiro complementam o conjunto.

Graças aos novos para-choques, o novo up! tem comprimento de 3,68 metros. Ou seja, 84 mm maior que o modelo anterior (ganho de 72 mm no balanço dianteiro, que passa a ser de 657 mm, e 12 mm no balanço traseiro, 611 mm).


Interior moderno e refinamento acima do segmento

O novo up! traz interior com acabamento e refinamento acima de seu segmento. Painel, instrumento combinado, volante global (multifuncional e com acabamento de couro, dependendo da versão), suporte para celular, figurino dos bancos e texturas são novos. Isso sem falar na iluminação ambiente, inédita nessa categoria. Um filete de LED branco destaca toda a parte inferior do painel. O resultado, além de belo, é um ambiente muito mais requintado.

A faixa superior (PAD) que cobre o painel passa a ter a tecnologia “In Molding Label”, semelhante à utilizada em modelos de categorias superiores, como o Golf, por exemplo. Cada versão conta com ambientação exclusiva, desenvolvida de acordo com a proposta do modelo. Em comum estão as linhas mais horizontais e a maior quantidade de componentes em preto brilhante, ressaltando a melhora na qualidade do acabamento do modelo.

O instrumento combinado também é novo. Há três grandes mostradores circulares, dispostos de maneira estratégica para facilitar a leitura: à esquerda fica o conta-giros, à direita o marcador do nível de combustível e, ao centro, o velocímetro junto com a tela central com iluminação branca.

Com 3,5”, a tela central do instrumento combinado traz novas funções. Agora é possível monitorar informações de texto do rádio e de mídias pelo instrumento combinado, que possibilita também configurar a linguagem e as unidades de medida das informações do computador de bordo, que tem nove funções.

Outras novidades do sistema são o indicador de porta(s) aberta(s) e o aviso de tempo de revisão. A nova tela também tem as funções de mostrar temperatura externa, relógio, indicador de troca de marchas, entre outros. Focado na robustez e na relação custo-benefício, o take up! tem o painel feito em uma peça única na cor Preta Titan.

O mesmo tom é usado na versão move up!, porém com a faixa superior (PAD) texturizada em Preto Satin. O cliente tem à disposição outra configuração para o painel do move up! com a parte inferior na cor Dublin, em tom mais claro, requinte para a versão intermediária.

O high up! recebe o faixa superior (PAD) do painel com design Loom light, com acabamento escurecido para o ambiente claro e PAD claro para ambiente escuro.

Mais equipado em todas as versões

take up!: já traz itens como pneus (175/70 R14) de baixa resistência ao rolamento, banco do motorista com regulagem de altura, palhetas do limpador de para-brisa do tipo “aerowischer” (de alta eficiência), alerta sonoro dos faróis acesos, chave do tipo canivete e lavador, limpador e desembaçador do vidro traseiro, passa a contar com iluminação no porta-malas, relógio digital e suporte para celular (inédito no segmento). Atrás do suporte do celular há, ainda, uma entrada USB para carregar o telefone.

Como opcional, o cliente tem à disposição o pacote “take completo”, que acrescenta o sistema “easy drive” (direção com assistência elétrica), coluna de direção com ajuste de altura, ar-condicionado, vidros dianteiros com acionamento elétrico e travamento das portas elétrico.

move up!: passa a contar, como equipamento de série, com iluminação ambiente no painel (versão TSI), volante multifuncional com acabamento de couro, computador de bordo, faróis de neblina, rodas de liga leve 14”, espelhos retrovisores externos com luzes de seta integradas e função tilt down do lado direito, sensor de estacionamento traseiro (park pilot) e para-sol com espelho do lado do motorista e do passageiro.

O tilt down regula automaticamente o espelho retrovisor do lado do passageiro, apontando para o meio-fio toda vez que a marcha à ré é engatada. Ao desengatar a marcha à ré, o espelho retorna exatamente à posição que estava ajustado previamente. O “tilt down” ainda permite que o motorista ajuste o quanto deseja que o espelho seja rebaixado ao ser acionado, melhorando o campo de visão do meio-fio.

Complementam a lista (além de todos os itens do take up!) sistema “easy drive”, chave canivete com controle remoto, ar-condicionado, vidros dianteiros e travamento central elétricos e sistema de som “Composition” com quatro alto-falantes e dois tweeters. Completo de série, o único opcional para o move up! TSI é o sistema de som “Composition Phone”.

up! connect – Para celebrar a chegada do novo up!, a Volkswagen está lançando a série especial “connect”, com detalhes inéditos e estilo diferenciado. Oferecida exclusivamente com a motorização TSI, a novidade traz retrovisor e teto pintados em Preto Ninja (há a opção de o teto ser na cor do veículo), interior escurecido (conferindo mais esportividade), adesivo na soleira das portas, faixa lateral alusiva à versão, roda de liga leve 15” diamantada e com detalhes em preto brilhante e o sistema de som “Composition Phone”. A versão “connect” será oferecida nas cores Laranja Habanero (nova), Azul Lagoon e Prata Sírius.

high up!: versão mais tecnológica, acrescenta a todos os itens de série do move up! as rodas de liga leve de 15”, os sensores de chuva e de luminosidade (crepuscular) e a função “Coming & Leaving Home”.

A função “Coming & Leaving Home” faz com que, toda vez que o veículo estiver desligado e as portas forem travadas ou destravadas, os faróis se acendam automaticamente por 30 segundos, iluminando a área próxima ao carro, garantindo comodidade ao iluminar a garagem, por exemplo.

O high up! traz de série também faróis de neblina com luz de conversão estática, recurso que amplia a área iluminada em curvas feitas em velocidade igual ou inferior a 40 km/h.
Sempre que os faróis estiverem ligados (alto ou baixo) e a seta for acionada ou girar o volante, o farol de neblina do lado correspondente ao que o veículo estiver virando é acionado automaticamente. O cliente tem à disposição o sistema de som “Composition Phone” e o revestimento dos bancos em couro sintético Native.

cross up!: configuração com apelo aventureiro conta com todos os itens do high up!, além dos diferenciais visuais, como para-choques exclusivos, rodas de liga leve 15” diamantada com detalhes em preto brilhante, rack de teto, soleira das portas com aplique de alumínio, entre outros. Há a opção de equipar o modelo com revestimento dos bancos em couro sintético Native.

Tecnologia TSI – Esportividade democrática

O up! foi o modelo mais premiado no mercado brasileiro nos últimos anos pela imprensa especializada. Além disso, devido ao enorme sucesso de vendas das versões TSI, a Volkswagen expandiu a oferta dessa motorização no novo up!. O take up! continua a ser oferecido com o motor 1.0 MPI e transmissão manual. O move up! passa a ser a única configuração que pode ser associada ao motor MPI (transmissão manual ou I-Motion) e ao TSI. A connect, a high up! e a cross up! são equipadas exclusivamente com o motor 1.0 TSI.

E para destacar a vocação esportiva do modelo, todas as versões TSI, além do logotipo na tampa traseira pintada em Preto Ninja, recebem destaques visuais exclusivos na linha 2018 que permitem sua identificação em 360°.

A grade do radiador conta com friso duplo cromado e vermelho (quando o veículo for Laranja Habanero, os frisos são cromado e preto), o para-choque dianteiro traz a parte central pintada de preto e a coluna “B” (que separa as portas dianteiras da traseiras) ganha o logotipo “TSI”
O motor 1.0 TSI Total Flex foi um marco na indústria nacional em termos e inovação, eficiência energética e prazer ao dirigir. Trata-se do primeiro motor com injeção direta, turbocompressor e flexível produzido no Brasil. Esse motor reforça a identidade da Volkswagen como empresa líder em inovação.

Com três cilindros e 999 cm³ de cilindrada, o motor TSI é Total Flex, capaz de rodar com gasolina, etanol ou a mistura dos dois combustíveis em qualquer proporção. Sua potência máxima é de 101 cv (74 kW) a 5.000 rpm, quando abastecido com gasolina, e de 105 cv (77 kW) à mesma rotação, com etanol. O torque máximo é de excelentes 16,8 kgfm, com gasolina ou etanol, disponíveis já a partir de apenas 1.500 rpm. O valor é próximo do entregue por motores maiores.

Novos testes, mais eficiência

A Volkswagen realizou uma nova bateria de testes no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do INMETRO e, considerando o volume de vendas, adotou também configurações com pneus 14” com baixa resistência ao rolamento. Isso fez o novo up! TSI atingir excelente marca de 1,40 MJ/km, conforme a Portaria INMETRO nº 10/2012. O valor obtido até então com pneus aro 15 (e que permanece para os modelos com esse equipamento de série) foi de 1,44 MJ/km.

Mais do que reafirmarem o up! no posto de carro mais econômico do segmento, esses dados reforçam o modelo Volkswagen como um dos mais econômicos entre todos os equipados com motor flexível avaliados no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do INMETRO, obtendo a classificação “A”.

A eficiência energética do up! TSI está acima inclusive da obtida por modelos da concorrência sem ar-condicionado e direção com assistência. O up! TSI leva apenas 9,3 segundos de 0 a 100 km/h e atinge 183 km/h de velocidade máxima, ambos com etanol (E100). Com gasolina (E22) no tanque, o up! TSI acelera de 0 a 100 km/h em 9,5 segundos, com velocidade máxima de 181 km/h.

Motor MPI – Custo-benefício em evidência

O take up! e o move up! podem ser equipados com o também premiado motor 1.0 MPI. Moderno e econômico, o motor EA211 1.0l R3 tem 82 cv quando abastecido com 100% de etanol e de 75 cv com 100% de gasolina no tanque. O torque máximo é de 10,4 kgfm a 3.000 rpm com etanol e de 9,7 kgfm à mesma rotação, quando abastecido com gasolina. Já a partir de apenas 2.000 rpm 85% do torque máximo está disponível, o que lhe confere grande agilidade no uso urbano e retomadas de velocidade seguras na estrada.

Trata-se do motor mais moderno da categoria, com bloco e cabeçote feitos de alumínio, o que colabora para reduzir o peso do conjunto. Com quatro válvulas por cilindro, sendo duas para admissão e duas para escape, o cabeçote tem comando de admissão variável – a variação é contínua, o que reduz consumo de combustível e emissões e melhora sensivelmente a resposta do motor em baixos regimes de rotação.

O motor dispõe de tecnologias como o sistema de partida a frio “e-flex”, que dispensa o tanque auxiliar (tanquinho), e o coletor de escape integrado ao cabeçote, formando uma peça única, com refrigeração líquida. Isso permite ao motor atingir sua temperatura ideal de funcionamento mais rapidamente, melhorando sua eficiência térmica.

Outra solução inovadora adotada no motor 1.0l de 3 cilindros é o duplo circuito de arrefecimento, que permite temperaturas diferentes para o bloco e para o cabeçote – o sistema utiliza duas válvulas termostáticas. Com esse recurso, é possível utilizar maior temperatura de funcionamento para o bloco, tornando o óleo mais fluido e garantindo menor atrito entre os componentes.

O up! MPI leva 12,6 segundos de 0 a 100 km/h e atinge 163 km/h de velocidade máxima, ambos com etanol (E100). Com gasolina (E22) no tanque, o up! MPI acelera de 0 a 100 km/h em 12,7 segundos, com velocidade máxima de 161 km/h.

O mais seguro da categoria

Todo novo up! é equipado de série com sistemas ISOFIX® e top-tether para fixação de dispositivos de retenção infantis (cadeirinhas), recursos importantíssimos de segurança que são oferecidos apenas pelo modelo Volkswagen na categoria. Além disso, o alerta sonoro e o indicador de uso do cinto de segurança no painel informa se o condutor e o passageiro do banco dianteiro estão com os cintos de segurança afivelados. No banco traseiro os cintos laterais são retráteis já desde a versão de entrada take up!, que conta com dois apoios de cabeça. Nas demais versões há três apoios de cabeça para o banco de trás.

A utilização do espaço no carro é excepcionalmente boa, por causa de seus 2,42 metros de distância entre-eixos – uma das maiores no segmento –, combinada ao motor compacto e à própria configuração do conjunto motriz. O motorista e os passageiros dianteiro e traseiros viajam com conforto e segurança no novo up!, que tem 1,50 metro de altura, 1,64 m de largura (sem espelhos retrovisores) e porta-malas de 285 litros: as maiores medidas entre os seus concorrentes diretos.

Para tornar o up! tão seguro são aplicados modernos recursos técnicos de construção e cálculos avançados para detecção de acidentes, resultando na melhor e mais avançada carroceria produzida no Brasil. Toda a estrutura da carroceria foi desenvolvida para absorver a energia do impacto – cada parte da carroceira tem de ter determinado valor de resistência e rigidez.

A carroceria do up! tem 75% de seu peso composto por aços especiais, que possuem diferentes graus de resistência, conforme a necessidade – trata-se da aplicação do material correto no local certo. Em sua estrutura combinam-se aços de ultra-alta resistência, alta resistência, média resistência e de estampagem profunda. Reforços adicionais, na parte superior da porta, por exemplo, aumentam a segurança passiva – especialmente no caso de acidentes graves.

O up! também utiliza aços conformados a quente, que possuem ainda maior resistência e que permitiram reduzir o peso da estrutura do carro. O up! foi o primeiro veículo de seu segmento no Brasil a utilizar esse material e continua a ser o único nesse nicho de mercado com tal tecnologia. Referência de estrutura leve com alta resistência, o novo up! tem peso em ordem de marcha de apenas 922 kg na versão take up!.

O modelo tem os mais altos padrões em sua classe com rigidez torcional estática. Alta rigidez torcional tem um efeito positivo definido no conforto e na dirigibilidade do carro. Em paralelo, a rigidez dinâmica do up! é também excelente, em 48 Hz – e isso traz benefícios em acústica, vibrações e conforto de rodagem.

A melhor reparabilidade do País

O up! conquistou índice 10 no CAR Group 2017, ranking que avalia o custo e o tempo de reparo dos veículos vendidos no Brasil após uma colisão. Isso torna o novo Volkswagen o melhor automóvel do Brasil – entre todos os participantes do estudo – no quesito reparabilidade.

O Car Group é realizado pelo Cesvi Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária). O índice CAR Group compara veículos de uma mesma categoria quanto à facilidade e ao custo de seu reparo. São realizados testes de impacto de baixa velocidade (15 km/h), com off-set de 40% na dianteira esquerda contra uma barreira rígida a um ângulo de 10°. As mesmas condições são aplicadas para o impacto da traseira direita, de acordo com a Norma Internacional do RCAR (Research Council for Automobile Repairs).

Após cada impacto, é estudada a extensão dos danos e a facilidade do reparo. É feito um cálculo que considera os custos da reparação dianteira e traseira, os tempos de substituição e a cesta básica de peças, gerando assim o índice CAR Group. O índice serve de referência para as seguradoras calcularem os preços dos seguros dos veículos.

O novo up! é fabricado em Taubaté (SP), tem garantia total de três anos e é oferecido em sete cores de carroceria: Preto Ninja, Branco Cristal e Vermelho Flash (sólidas), além das metálicas Prata Sírios Azul Lagoon, Cinza Platinum e Laranja Habanero.

Range Rover SVAUTOBIOGRAPHY DYNAMIC estará no Salão de SP

LAND ROVER CONFIRMA O RANGE ROVER SVAUTOBIOGRAPHY DYNAMIC NO SALÃO DE SÃO PAULO

rr1

  • O modelo será uma das atrações do estande da Jaguar Land Rover durante o evento, junto com o novo Discovery 
  • Desenvolvido pela Divisão de Veículos Especiais da Jaguar Land Rover (SVO), o Range Rover SVAutobiography Dynamic é a combinação perfeita entre luxo e alto desempenho 
  • Com motor V8 Supercharged a gasolina de 550 cv de potência e 680 Nm de torque, o modelo é o mais potente Range Rover disponível 
  • O evento também marcará o início das vendas do modelo no mercado brasileiro 
  • Apresentado globalmente no último mês de agosto, o modelo começa a ser vendido em novembro no mundo todo. No Brasil, ele custará R$ 899.000,00

São Paulo, 19 de novembro de 2016 ― Mais recente Range Rover apresentado em todo o mundo, o Range Rover SVAutobiography Dynamic será uma das atrações do estande da Land Rover no Salão de São Paulo. Totalmente focado em esportividade e desempenho, o modelo, desenvolvido pela Divisão de Veículos Especiais da Jaguar Land Rover (SVO) é o mais potente Range Rover disponível no mercado.

O evento também marcará o início das vendas do SUV no Brasil, ao mesmo tempo em que suas vendas globais começam. Por aqui, o modelo estará disponível em todas as 35 concessionárias Jaguar Land Rover espalhadas pelo País ao preço de R$ 899.000,00.

Para a combinação perfeita entre luxo e performance, o Range Rover SVAutobiography Dynamic traz debaixo do capô um motor 5.0 V8 Supercharged, de 550 cv de potência e 680Nm de torque, o mesmo motor que equipa a linha Range Rover Sport SVR. O propulsor permite ao veículo sair da imobilidade e atingir os 100 km/h em apenas 5,4 segundos e chegar à velocidade máxima de 250 km/h eletronicamente limitada.

O sistema de transmissão ZF de oito velocidades contribui diretamente para oferecer uma performance inigualável, com grande agilidade nas retomadas e extremo conforto em velocidade de cruzeiro, com níveis de ruído quase imperceptíveis dentro da cabine.

rr2

O Range Rover SVAutobiography Dynamic é equipado com o novo sistema Dynamic Response, que age de forma a melhorar a dirigibilidade do veículo e o conforto de seus ocupantes, mesmo em alta velocidade ou em situações de curva acentuada. Ele age para controlar os eixos traseiro e dianteiro de forma independente, melhorando a agilidade a baixas velocidades e a estabilidade em altas velocidades, além de proporcionar respostas ainda mais precisas aos comandos dados no volante.

 

A tecnologia Adaptive Dynamics funciona por meio de sensores espalhados pelo veículo que monitoram seus movimentos até 500 vezes por segundo, adaptando-se os comandos do motorista às mudanças na superfície da estrada para proporcionar maior controle, sem comprometer o refinamento inigualável do Range Rover.

Mark Stanton, diretor da Divisão de Veículos Especiais da Jaguar Land Rover disse: “O Range Rover SVAutobiography Dynamic foi especialmente desenvolvido para oferecer uma experiência de condução fascinante. Ele é a máxima combinação entre desempenho e o consagrado luxo da linha Range Rover, o que o torna um modelo único dentro do nosso portfólio”.

 

Especialista em tecnologia para todos os terrenos

Como qualquer Land Rover, o Range Rover SVAutobiography Dynamic oferece ampla capacidade e tecnologia embarcada para percorrer todos os tipos de terreno com extrema desenvoltura.

 

Entre as tecnologias, destacam-se:

Low Traction Launch – Um modo de condução designado a ajudar os motoristas a manter a tração em superfícies escorregadias como grama molhada, neve ou gelo. Ao controlar a quantidade de torque que pode ser aplicada pelo condutor, o sistema reduz o risco de as rodas patinarem para manter a tração e garantir uma aceleração suave.

 

O recurso pode ser acessado de forma independente por meio da tela sensível ao toque no painel central, sempre que o modo cascalho/ neve/ grama é selecionado no sistema Terrain Response 2. Ele permanece ativo até que o veículo chegue a 30 km/h.

 

All Terrain Info Centre – Sistema que transmite informações úteis ao condutor sobre a configuração e o status do veículo através da tela touchscreen central. O sistema é muito útil para orientar o condutor sobre o funcionamento, em tempo real, de diversos sistemas de seu veículo.

 

O máximo em conforto em tecnologia

 

O Range Rover SVAutobiography Dynamic utiliza a mais alta tecnologia para o total entretenimento dos passageiros e para uma condução altamente segura e confortável. O modelo é equipado com o ACC – Adaptive Cruise Control que não só mantém a velocidade definida pelo motorista constante, mas também reduz automaticamente a velocidade quando os sensores colocados na parte dianteira do veículo identificam a presença de um outro automóvel mais lento à frente, tudo sem a interferência do condutor.

Para completar a comodidade, o veículo também conta com sistema de câmeras 360º para manobras, luzes cortesia dispostas abaixo dos retrovisores para, antes de entrar, os ocupantes dos bancos da frente enxergarem onde estão pisando e 10 opções de iluminação interna que podem ser escolhidas de acordo com o gosto dos passageiros.

O painel de instrumentos digital conta com uma tela TFT de altíssima resolução, no qual as informações mais importantes como velocidade, conta-giros, marcha selecionada, entre outras, saltam aos olhos do motorista sempre que a situação exigir. Para ainda mais segurança, o modelo conta ainda com o sistema Head Up Display a laser, que projeta no para-brisas informações como a velocidade atual e instruções de navegação do sistema GPS.

O sistema de entretenimento InControl Touch Pro, o mais moderno da Jaguar Land Rover, integra uma tela de dez polegadas dual-view sensível ao toque, mais intuitiva, com melhor resolução e com tempo de resposta incrivelmente rápido.

Audi R8 Coupé estará no Salão do automóvel de São Paulo

Audi R8 Coupé será uma das estrelas da Audi no Salão do Automóvel de São Paulo

  • Segunda geração do modelo de alta performance é equipada com motor 5.2 FSI de 610 cv e será vendida a partir de dezembro no Brasil
  • Aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 3,2 segundos
  • Carroceria Audi SpaceFrame é composta por mistura de diversos materiais, como alumínio e polímeros reforçados de fibra de carbono
Audi R8 V10 plus

Audi R8 V10 plus

São Paulo, 19 de outubro de 2016 – Nenhum modelo com o logo das quatro argolas está mais próximo de um carro de pista, nenhum é mais impressionante ou mais dinâmico: a Audi apresenta a segunda geração do seu superesportivo R8, que será a estrela da marca durante o Salão do Automóvel de São Paulo, realizado entre os dias 10 e 20 de novembro. Será a primeira apresentação pública do carro no Brasil. O motor central-traseiro V10 e um recém-aprimorado sistema quattro asseguram um desempenho de tirar o fôlego, especialmente na versão top de linha com 610 cv, que será oferecida no país a partir de dezembro: a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em apenas 3,2 segundos, com velocidade máxima de 330 km/h.

O motor central-traseiro que trabalha em altas rotações tem desempenho superior, graças ao conceito de construção leve e um chassi extremamente dinâmico com o sistema de tração quattro e controle de torque variável. O superesportivo foi redesenvolvido do zero, ficando mais nervoso, arrebatador e fascinante tanto nas pistas quanto nas estradas.

“O automobilismo está nos genes da Audi, sempre foi uma característica de nossa marca”, afirma Jörg Hofmann, presidente e CEO da Audi do Brasil. “Com o novo R8, nossos engenheiros trouxeram a experiência acumulada nas pistas de corrida para as ruas. Nenhum outro dos nossos modelos evoca uma emoção dinâmica maior. O R8 V10 plus é, portanto, o mais potente e rápido modelo de produção em toda a história da Audi.” Graças à colaboração com a engenharia de automobilismo e pilotos, o modelo recebeu um claro aumento de performance – o que beneficia não só o carro de produção em série como também o R8 LMS, que tem o R8 como base.

O motor de 10 cilindros

O 5.2 FSI desenvolve 610 cv na versão V10 plus. A opção de topo acelera de 0 a 100 km/h em meros 3,2 segundos e atinge velocidade máxima de 330 km/h. O som do propulsor V10 aspirado, cujo torque máximo está disponível a 6.500 rpm, ficou mais poderoso e afiado. Uma transmissão S tronic de sete velocidades e um renovado sistema de tração quattro transmitem a potência para os asfalto. A distribuição de torque se adapta às condições de direção – em casos extremos, 100% do torque pode ser transmitido para o eixo dianteiro ou traseiro.

Construção leve: apenas 1.580 kg

O R8 V10 plus tem peso em ordem de marcha de 1.580 kg. Apesar da dose extra de equipamentos e da rigidez maior, o superesportivo é 50 kg mais leve que seu antecessor. A construção Audi SpaceFrame (ASF) é feita com diversos materiais, assegurando baixo peso e otimizando a distribuição de peso por eixo. A combinação de alumínio e polímeros de fibra de carbono reforçados abrem novas dimensões em relação ao peso, rigidez e comportamento em acidentes.

Com o ASF, cada componente é precisamente desenhado para uma localização e um propósito. A carroceria ficou 15% mais leve que na geração anterior, mas a rigidez torcional aumentou 40%. A parte inferior da carroceria integra um longo difusor para aumentar o downforce. Também o chassi, com sua suspensão duplo A, demonstra o quão próximo o R8 está de um carro de corrida.

Design: simples, amplo, robusto

O design reflete o caráter poderoso e esportivo do R8. Um capô extenso, uma traseira com linhas fluidas e um entre-eixos relativamente curto – o design externo claramente distingue o R8 como um esportivo puro-sangue à primeira vista. Com 4,42 metros de comprimento, 1,24 m de altura e distância entre-eixos de 2,65 m, suas dimensões mudaram muito pouco em relação à geração anterior. A largura tem agora 1,94 m, apenas 4 cm a mais que no antecessor. As proporções do carro se assemelham às de um carro de corrida e ficaram ainda mais pronunciadas.

As quatro argolas enfeitam a ponta do capô e a grade Singleframe com design estilo colmeia é ampla e plana. Superfícies de plástico moldadas se fundem aos faróis. As características das luzes de rodagem diurnas trazem elementos verticais que replicam as estruturas das entradas de ar e enfatizam a largura do carro. Toda a aparência do R8 transmite uma sensação de leveza e precisão técnica.

Outra característica que distingue o carro visualmente, além de oferecer maior segurança, é o sistema de faróis a laser, equipamento de série do modelo, que iluminam duas vezes mais que faróis de LEDs comuns. Cada módulo contém quatro diodos de laser de alta potência, com um diâmetro de apenas 300 micrômetros. Eles geram um feixe de laser azul com comprimento de onda de 450 nanômetros. Um conversor de fósforo transforma esse facho em luz branca, justada para o uso em estradas com uma temperatura de cor de 5.500 Kelvin – condições ideais para o olho humano que permitem ao motorista distinguir melhor os contrastes e ajudam a evitar a fadiga. Além disso, os fachos de alta concentração iluminam 600 metros à frente do carro, tornando a passagem por neblinas e cortinas de fumaça, por exemplo, mais segura. O ponto de laser é ativado a partir de 60 km/h para complementar a atuação dos altos fachos de LEDs. Uma câmera inteligente com sistemas de sensores detectam outros motoristas e ajusta os padrões de iluminação para não ofuscá-los.

Nas laterais do esportivo há contornos sinuosos característicos. A linha de cintura, esculpida como um músculo poderoso, conecta as caixas de rodas ao mesmo tempo em que divide os side blades em dois. Essa nova solução de design faz o carro parecer mais longo e dinâmico.

Na traseira, as lanternas e as entradas de ar se conectam. As duas saídas de escapamento têm design trapezoidal e o vidro traseiro oferece uma clara visão do compartimento do motor iluminado. O R8 traz ainda um aerofólio traseiro fixo feito de CRFP (polímero de fibra de carbono reforçado).

Como um carro de corrida: o interior e os controles

Quem entra atrás do volante do novo R8 se sente como um piloto de corridas. Todas as funções são direcionadas para o motorista e permitem uma operação simples mesmo em condições extremas – isso sem que seja preciso tirar as mãos do volante. Os recém-desenvolvidos bancos esportivos com apoio de cabeça integrado oferecem excelente suporte lateral. Opcionalmente, o carro pode ser equipado com novos bancos concha.

O botão start-stop e o seletor do Audi drive select ficam localizados no novo volante multifuncional. Há ainda um botão para controlar o sistema de escape, deixando o esportivo com um ronco ainda mais poderoso, e um seletor que ajusta o coeficiente de atrito para três diferentes condições de rodagem: seco, molhado ou neve.

Audi R8 V10 plus

Audi R8 V10 plus

O Audi virtual cockpit apresenta todas as informações ao motorista em sua tela de 12,3 polegadas com gráficos elaborados. O motorista pode alternar entre diferentes modos de tela e ainda ajustar o painel de instrumentos digitais de acordo com suas preferências. No modo performance, o condutor visualiza as informações dos programas de direção, aceleração, desaceleração e forças laterais, bem como potência e torque. O virtual cockpit também indica que o limite de velocidade do motor foi alcançado. A operação do sistema é feita por meio do volante multifuncional. As mãos do motorista permanecem no volante para que a concentração na estrada seja total. Como alternativa, a operação pode ser feita por botões ou pelo seletor sensível ao toque no console central.

O design interno é marcado por linhas geométricas que enfatizam a construção leve da marca. Os elementos se assemelham a um monoposto, um grande arco na área em torno do assento do motorista. O monitor MMI da geração anterior não está mais disponível. Em seu lugar estão os três controles centrais do sistema de ar-condicionado. O design tridimensional das saídas de ar remete aos carros de corrida. O painel parece flutuar. O largo console sobre o túnel central traz o terminal do MMI, bem como o renovado seletor de marchas da transmissão S tronic.

Quanto ao revestimento interno, os clientes podem escolher entre cinco cores do couro Napa fina – vermelho, bege, cinza, marrom e preto – com costuras no formato diamante de série, além de bancos pretos com costuras contrastantes nos tons de vermelho, amarelo ou azul como opcional. Os bancos esportivos no estilo concha, também opcionais, podem ser revestidos de couro cinza ou preto.

Audi exclusive

Há inúmeras possibilidades de customização para os clientes do novo R8 – tanto para o interior como para o exterior, graças ao programa Audi exclusive. As cores da carroceria podem ser combinadas livremente às dos side blades – uma lâmina feita com carbono brilhante nas laterais que é um dos destaques do modelo. O R8 V10 plus pode receber ainda outras pinturas diferentes das dez oferecidas no catálogo, inclusive foscas.

Entre as cinco cores oferecidas para o interior, duas são caracterizadas por toques mais esportivos. Adicionalmente há diversas outras opções para personalizar o veículo por dentro e por fora, como revestimento de couro Alcântara. O programa de exclusividade da Audi torna possível transformar o novo R8 em um exemplar único.

Durante o Salão do Automóvel, a Audi vai exibir um exemplar customizado, o R8 Coupé V10 plus exclusive. O carro traz pintura cinza Nardo – não oferecida no pacote normal do modelo – side blades na cor amarela Vegas, interior cinza com costuras amarelas contrastantes em bancos, teto, tapetes e volante, parte traseira dos bancos também amarela e rodas pretas.

Completamente conectado: infotainment

No novo R8, o Audi virtual cockpit substitui o painel de instrumentos analógico e o monitor MMI. O motorista pode alternar o display em dois modos de visualização, que trazem os instrumentos de medição ou o grande mapa de navegação como foco.

O R8 usa as mais recentes tecnologias em termos de infotainment. O MMI Touch com sistema de navegação, Bluetooth, Audi smartphone interface e sistema de som Bang & Olufsen são equipamentos de série.

O equipamento é complementado pelo módulo Audi connect. O passageiro pode conectar um smartphone ou tablet pelo sistema integrado de Wi-Fi.

Lista de equipamentos: conforto e segurança

O R8 Coupé V10 plus traz uma lista completa de equipamentos de série. Entre os itens de conforto e acabamento interno estão ar-condicionado automático, bancos dianteiros esportivos elétricos com ajuste pneumático, aquecíveis e revestidos de couro Napa fina com costuras padrão diamante, espelho retrovisor interno com função antiofuscante automática, volante esportivo multifuncional com base plana, sistema keyless go, pedaleiras e descansa pé de alumínio e detalhes de carbono brilhante.

Já o exterior traz side blades, acabamento das soleiras das portas e capas dos retrovisores de carbono brilhante, espelhos eletricamente ajustáveis, rebatíveis, aquecíveis e com função antiofuscante e rodas de alumínio de 20 polegadas calçadas com pneus 245/30 R20.

No quesito segurança, o R8 é equipado com airbags frontais, laterais e de cabeça, alarme, cinto de segurança com sensor de afivelamento, assistente para luz alta, faróis a laser, controle de cruzeiro, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro com câmera de ré, freios de cerâmica na dianteira e na traseira, direção dinâmica, rodas com parafusos antifurto, sistema start-stop, monitoramento de pressão dos pneus e Audi magnetic ride, que ajusta a rigidez da suspensão em frações de segundos por meio de campos magnéticos.

A lista de opcionais inclui bancos estilo concha e costuras contrastantes dos bancos.

Toyota mostra seu Crossover C-HR

Toyota realiza lançamento global de seu crossover C-HR no Salão de Genebra

C-HR
  • O modelo representa a determinação de Akio Toyoda em oferecer uma grande liberdade estilística e promover criatividade dentro do departamento de engenharia para criar um carro com grande estilo e que oferece excelente prazer de condução

A personalidade única do Toyota C-HR demonstra a flexibilidade que a plataforma TNGA (Toyota New Global Architecture) ofereceu aos desenvolvedores do veículo em três áreas: design, motor e dinâmica, possibilitando que eles entregassem uma proposta renovada no segmento crossover, principalmente no que se refere a suas linhas de estilo cupê.

Como resultado, o Toyota C-HR mantém-se fiel às características do carro-conceito que atraiu tantos olhares nos salões de Paris em 2014 e Frankfurt, em 2015. Além disso, o modelo traz uma novidade para o segmento com a introdução de um inédito propulsor 1.8L híbrido, possibilitando que a experiência ao dirigir seja perfeitamente alinhada com o estilo de vida urbano atual e com um nível de eficiência nunca visto no segmento crossover.

Finalmente, conduzido pela visão de seu engenheiro-chefe, Hiroyuki Koba, “Resposta, linearidade e consistência”, a dirigibilidade do C-HR foi inspirada nos modernos hatchbacks no que se refere à precisão e controle da direção, em virtude do aperfeiçoamento da nova plataforma Toyota e de seu baixo centro de gravidade. O intuito foi possibilitar que o C-HR fosse prazeroso ao dirigir, não somente nos grandes centros urbanos, mas nas estradas pelo mundo afora, independente da condição do pavimento, oferecendo excelente controle e dirigibilidade.

Destaque-se com paixão

Consciente do já congestionado mercado de crossovers, o time de desenvolvimento decidiu desde o início por uma abordagem centrada em uma clara e única imagem do cliente.

Ele é um motorista impulsionado pela emoção, que quer se destacar e gosta de ser o primeiro a curtir produtos e experiências novas. Ele busca por estilo e vê o carro como uma extensão de sua personalidade. E, uma vez que ele vive majoritariamente na cidade, seu carro precisa acompanhá-lo ao se movimentar pelo tráfego dos grandes centros urbanos.

Linhas de estilo cupê

Em resposta aos gostos e necessidades deste cliente, o Toyota C-HR apresenta um estilo distinto que traz dinamismo e fluidez ao mercado crossover. O produto final permanece notavelmente fiel ao carro-conceito que foi mostrado pela primeira vez no Salão de Paris, em 2014.

Apresentando uma carroceria inspirada no diamante, com a parte que circunda as rodas enfatizando o conceito de força e robustez, a estrutura modulada do C-HR combina um perfil de teto baixo com um vão livre elevado do solo em uma cabine de estilo cupê elegante.

A frente representa uma evolução no conceito de identidade visual Keen Look da Toyota. A grade superior flui a partir da logomarca, no centro, até encontrar as extremidades dos faróis finos de LED de estilo agressivo, que envolvem completamente a frente do veículo até as laterais.

Na traseira, destaca-se a abertura das portas localizada na parte superior e as lâmpadas de LED em formato de bumerangue, transmitindo uma característica ainda maior de agressividade e robustez ao crossover.

O C-HR é o resultado de uma cooperação global entre os três centros de design da Toyota localizado em três continentes diferentes e foi capitaneado por Kazuhiko Ozawa, designer chefe do projeto. O desenho exterior original foi criado pelo estúdio de design Calty, na Califórnia.

Motor

O Toyota C-HR será equipado com uma gama de motores desenvolvida para entregar exatamente o prazer ao dirigir que esse cliente procura.

Equipado com a mais nova geração do propulsor híbrido, o C-HR tem emissões de CO2 menores que 90 g/km, inigualáveis em seu segmento. Entregando 120 cv de potência, o novo motor 1.8L é mais leve e eficiente, além de oferecer um desempenho melhor que seu antecessor. Além disso, mudanças em seu desenho resultaram em uma eficiência termal da ordem de 40%. Outros componentes também ficaram mais leves, menores e foram reposicionados na busca pela otimização do sistema, além de contribuir para o centro de gravidade mais baixo do carro.

O Toyota C-HR ainda possui uma versão 1.2L turbo de 113 cv de potência, que fez sua estreia no compacto Auris. Nele, é possível escolher uma transmissão manual de seis velocidades ou uma automática CVT, esta disponível nas versões 4×2 e 4×4. Para fechar as opções de motorizações, ainda estará disponível uma versão 2.0L com câmbio CVT apenas em alguns mercados.

Além do crossover

Com o seu centro de gravidade baixo e suspensão traseira multilink, a nova plataforma TNGA formou um ponto de partida ideal para garantir que todas as características do chassi pudessem ser concebidas para obter uma resposta imediata e natural às ações do motorista.

Em particular, a direção foi concebida para ser perfeitamente linear, fazendo com que o Toyota C-HR tenha uma precisão de condução muito superior à média dos crossovers.

Avançados equipamentos de segurança

Em linha com a estratégia da Toyota de democratizar avançados equipamentos de segurança, o C-HR será equipado com tecnologia usualmente reservada para modelos de segmentos superiores. O Toyota Safety Sense System, que será oferecido como equipamento de série no C-HR, inclui itens como: sistema de pré-colisão, alerta de troca de faixa, Road Sign Assist e Automatic Highbeam, bem como detecção de pedestres e cruise control adaptativo.

Produção

O Toyota C-HR será produzido na planta industrial da empresa em Sakarya, Turquia. Esta é a primeira vez que um modelo híbrido será produzido naquele país.

O Toyota C-HR é uma das estrelas da marca no Salão de Genebra 2016, que ocorre de 3 a 13 de março.

toyota
C-HR demonstra a flexibilidade da plataforma TNGA da Toyota
Toyota C-HR mantém-se fiel às características do carro-conceito
Na traseira, destaca-se a abertura das portas localizada na parte superior e as lâmpadas de LED em formato de bumerangue
Traseira transmite característica ainda maior de agressividade e robustez
Toyota C-HR apresenta um estilo distinto que traz dinamismo e fluidez ao mercado crossover
C-HR apresenta uma carroceria inspirada no diamante
Estrutura modulada do C-HR combina um perfil de teto baixo com um vão livre elevado do solo em uma cabine de estilo cupê elegante

Mini Cooper S Clubman

MINI anuncia nova versão Exclusive do Cooper S Clubman

Modelo terá o motor 2.0 l TwinPower Turbo de 192 cv e será comercializado por R$ 152.950,00, a partir deste mês.

*Novo MINI Cooper S Clubman Exclusive (Crédito: Fábio Aro)

 Mini

São Paulo, 1º de março de 2016 – Chega ao Brasil mais uma versão da nova geração do compacto premium MINI Clubman, lançado no mercado brasileiro em novembro passado. Agora, o BMW Group traz ao País o MINI Cooper S Clubman Exclusive, que, assim como a versão Top, também conta com motorização 2.0 l TwinPower Turbo, de 192 cv de potência e 280 Nm de torque. O preço público sugerido é de R$ 152.950,00, que também pode ser financiado por meio do plano financiamento MINI 4U.

 

Com a versão Exclusive, o MINI Clubman ganha uma nova opção de entrada, mantendo os principais atributos da marca e garantindo a combinação perfeita entre o verdadeiro go-kart feeling e a versatilidade para o uso no dia a dia.  Disponível em dez cores diferentes, a nova configuração conta com o conjunto óptico full LED e com o sistema Comfort Access – que permite abrir as portas sem a necessidade da chave e rodas aro 17’’.

 

“O MINI Cooper S Clubman Exclusive une fatores preponderantes na hora de escolher um automóvel: motorização de alto desempenho, design arrojado e excelente custo-benefício. O intuito é sempre ampliar o leque de opções e atender a todas as preferências e demandas dos nossos clientes”, afirma Julian Mallea, diretor da MINI do Brasil.

 

 

 

Design único e sofisticado

Os faróis circulares com aros cromados e os contornos hexagonais da grade do radiador, marcas inconfundíveis do MINI Clubman, também estão presentes na versão Exclusive.  Com visual esportivo, conta com as entradas de ar “Air Curtains” e “Air Breathers”, que canalizam o ar e diminui o consumo de combustível.  A linha de teto foi prolongada, assim como o entre-eixos, o que oferece mais espaço interno e destaca as proporções da carroceria.

 

O painel de instrumentos oferece moldura ampla, também utilizada nos painéis de porta e console central. Os controles do ar-condicionado dual-zone e interruptores também têm design exclusivo.

 

Conectividade e segurança a bordo

A versão ainda traz o sistema de navegação com tela de LCD de 6,5 polegadas, que permite ao motorista acessar diversas funções, como o MINI Connected, o telefone e o sistema de navegação. O modelo ainda conta com um HD interno com capacidade de armazenamento de 20 GB e ainda é compatível com o uso de aplicativos de streaming de áudio.

 

MINI 4U

Para oferecer mais opções aos clientes, a MINI Serviços Financeiros desenvolveu o MINI 4U, plano de financiamento com condições especiais aos clientes. Inclui parcelas menores e a garantia de recompra ao final do plano, na troca por um novo MINI a cada dois anos. O MINI 4U conta com entrada variável de zero a 49%, 24 parcelas mensais e parcela final de 50% do valor do veículo, válido para pessoa física e jurídica.

 

 

Para mais informações sobre a MINI Brasil, acesse:

www.MINI.com.br

Redes Sociais: http://www.mini.com.br/community

 

 

Sobre o BMW Group 

Com suas marcas BMW, MINI e Rolls-Royce, o BMW Group é o fabricante líder mundial de automóveis e motocicletas premium, além de oferecer serviços financeiros e de mobilidade diferenciados. Como uma empresa global, o BMW Group opera 30 instalações de produção e montagem em 14 países e comercializa seus produtos em mais de 140 nações.

 

Em 2015, o BMW Group vendeu cerca de 2.247 milhões de automóveis e 137.000 motocicletas em todo o mundo. O lucro antes dos impostos para o ano contábil de 2014 foi de 8,71 bilhões de euros, sobre uma receita de 80,40 bilhões de euros. Em 31 de dezembro de 2014, o BMW Group contava com 116.324 colaboradores.

 

O sucesso do BMW Group sempre foi construído com base no pensamento de longo prazo e ação responsável. Assim, a empresa estabeleceu sustentabilidade em toda a sua cadeia de valor, responsabilidade total pelos seus produtos e comprometimento claro com a conservação dos recursos como partes integrantes da sua estratégia.

Audi mostra inédito Q2 em Genebra

Audi no Salão de Genebra: um novo SUV compacto e duas potentes versões top de linha

 Q2

  • Marca premium explora um novo segmento de mercado com o Q2
  • S4 Avant – esportivo e versátil com novo motor V6
  • Motor turbo de cinco cilindradas do RS Q3 performance gera 367 cv

 

Ingolstadt/Genebra, 1º de março de 2016 – A Audi reforça sua presença no segmento de SUVs. Durante o Salão do Automóvel de Genebra, a marca apresenta o compacto Q2 – um veículo urbano para o uso diário e lazer com um design avançado e o charme jovial. O Q2 chega acompanhado de dois novos modelos top de linha em suas estreias mundiais: o S4 Avant e o RS Q3 performance.

 

“Desenvolvemos o Q2 especificamente para nossos clientes mais jovens”, explicou o Prof. Rupert Stadler, Presidente do Conselho Administrativo da AUDI AG. “Seu visual o distingue como um modelo de atitude. O SUV compacto combina o conhecimento técnico da nossa marca com uma alta utilidade cotidiana e um caráter emocional.”

 

Medindo 4,19 metros de comprimento, o Q2 tem um potente desempenho nas estradas. Com a sua linguagem formal ostensivamente geométrica, o modelo assume uma posição de caráter independente dentro da família Q. Os clientes podem personalizar diversos detalhes do automóvel de acordo com suas preferências individuais, e há duas linhas de acabamento disponíveis para escolha. Cores expressivas criam realces tanto no exterior quanto no espaçoso interior do modelo. A posição de dirigir é extremamente esportiva com relação ao volante, e os controles são autoexplicativos.

 

As opções incluem Cockpit Virtual totalmente digital e um painel de controles tipo head-up display. A gama de opções de infotainment culmina na navegação MMI, além do componente online Audi connect. O Q2 também redefine o marco de referência para sistemas assistidos em sua classe de veículos. Os sensores frontais Audi pre sense front podem evitar colisões com pedestres ou veículos; o controle de velocidade adaptativo com a função stop & go e o assistente de congestionamento representam os precursores da direção autopilotada.

 

O mais novo membro da família Q está disponível com os potentes e eficientes motores TDI e TFSI – sua gama de desempenho vai de 116 cv a 190 cv. A caixa de câmbio S tronic de sete velocidades com ação extremamente rápida está disponível para todas as opções de motores, além da tração quattro, oferecida já a partir da versão de 150 cv. O SUV deve sua condução ágil à direção progressiva, à suspensão esportiva – opcionalmente com controle do amortecedor – e ao sistema dinâmico de direção Drive Select. O Q2 estará à venda na Europa a partir de setembro de 2016.

 

A Audi já revelou o S4 Sedan no Salão do Automóvel de Frankfurt em 2015. Já o novo S4 Avant, que combina o desempenho de um carro esportivo com a praticidade de uma perua, está sendo apresentado ao público em Genebra. Seu recém-projetado motor V6 3.0 Turbo FSI desenvolve 354 cv e é capaz de levar o S4 Avant aos 100 km/h em 4,9 segundos, até alcançar uma velocidade máxima de 250 km/h (limitada eletronicamente). O sistema de tração quattro e o Drive Select são equipamentos de série. O carro começa a ser vendido no segundo semestre no mercado europeu.

 

Além do Q2 e do S4 Avant, a Audi revela no evento suíço a nova versão top de linha da família Q3: o RS Q3 performance. Seu motor turbo de cinco cilindros desenvolve 367 cv de potência – 27 cv a mais que no RS Q3. O carro acelera de 0 a 100 km/h em 4,4 segundos e alcança os 270 km/h. A versão mais esportiva do SUV já está à venda na Europa.

VW apresenta Phideon em Genebra

São Bernardo do Campo, 01 de março de 2016
Apresentação mundial do Volkswagen Phideon
 Phideon2
  • Novo veículo da Volkswagen no segmento premium para o mercado chinês
  • Dinâmico sedã de luxo introduz uma nova era de design para o segmento premium
 Phideon1
Salão Internacional de Genebra 2016. O sedã premium totalmente novo será lançado no mercado chinês em 2016 e combina elegância com a mais elevada performance dinâmica.

O futuro do segmento premium da Volkswagen entrará em produção na China no terceiro trimestre de 2016. O Phideon, um sedã esportivo, redefine a linguagem de design dos modelos premium da Volkswagen. O cupê de quatro portas, desenvolvido na Alemanha, se posiciona simultaneamente como um sedã esportivo e como uma elegante limusine para ser dirigida por um motorista particular.

O exterior do Phideon tem transições suaves e linhas bem determinadas, desde a dianteira energeticamente inclinada para diante, passando por uma afilada linha de ombro até a característica e harmoniosa inclinação do teto do cupê na traseira. Com mais de cinco metros de comprimento, o modelo C se destaca da melhor forma possível com a poderosa grade do radiador, impactantes elementos cromados e a iluminação ambiente exterior, que faz sua estreia nesse carro.

O interior também transmite uma sensação de luxo: a traseira do compartimento de passageiros recria a autêntica atmosfera de um lounge. Ao mesmo tempo, a Volkswagen integrou tecnologia de ponta ao cockpit, com recursos como o Active Info Display para proporcionar uma visão virtual em 3D e o modo chofer, que permite ao passageiro passar informações ao sistema de informação e entretenimento.

Com o lançamento deste sedã esportivo, a Volkswagen estabelece sua visão para um futuro em que o design e a tecnologia inovadores estarão combinados elegantemente.

Novo Porsche 911R

Lobo em pele de cordeiro – o novo Porsche 911 R.

Porsche 911R


Stuttgart.
Com o novo 911 R, a Porsche apresenta neste Salão Internacional de Genebra 2016 o puro carro esportivo com o design clássico. Seu motor quatro litros, naturalmente aspirado, horizontal, com 368 kW (500 cv) e a transmissão manual esportiva de seis velocidades posicionam solidamente o 911 R na tradição desse inspirador modelo histórico: um carro de corrida (1967) com permissão para circular em estradas.

Fabricado em uma produção de série limitada, o 911 R (o R refere-se á Racing – competição) participou de ralis, na histórica corrida Targa Florio e em disputas por recordes mundiais. Como o seu lendário antecessor, o novo 911 R é baseado na construção sistemática com baixo peso, máxima performance e uma experiência de pilotagem pura. Este modelo especial terá uma edição limitada de 991 unidades. Com peso total de 1.370 quilogramas, ele é atualmente a versão mais leve do Porsche 911.

Com o motor de seis cilindros naturalmente aspirado de alta rotação e a transmissão esportiva manual, a Porsche está demonstrando mais uma vez seu comprometimento na fabricação de carros esportivos de alto desempenho especialmente emocionantes. Desenvolvido na oficina de carros de competição da marca, o 911 R amplia o gama dos motores de alto desempenho naturalmente aspirados, ao lado dos modelos de corrida 911 GT3 e 911 GT3 RS.

O motor de corrida desenvolve 500 cv a 8.250 rpm e gera 460 Nm de torque máximo a 6.250 rpm. Partindo da imobilidade, o carro com motor traseiro rompe a barreira dos 100 km/h em 3,8 segundos. Mantendo o caráter purista do veículo, o 911, com seu design leve, é oferecido exclusivamente com uma transmissão esportiva manual com seis marchas. O curso reduzido da alavanca de marchas ressalta o dinamismo da experiência de pilotagem. Ganha velocidade até atingir 323 km/h. O consumo combinado de combustível no ciclo padrão NEDC é de 13,3 l/100 km.

Uma máquina puro-sangue: tecnologia das pistas de corrida
Seria possível afirmar que o 911 R foi feito para as curvas mais fechadas. O eixo traseiro direcional especialmente desenvolvido, garante em especial as características de comportamento na entrada das curvas e uma dirigibilidade precisa ao mesmo tempo que mantém a alta estabilidade. O bloqueio mecânico do diferencial traseiro contribui para o alto nível de tração. A garantia da máxima desaceleração possível é dada pelo Porsche Ceramic Composite Brake (PCCB – freios de composto de cerâmica), que é equipamento de série. Os discos medem generosos 410 milímetros no eixo dianteiro e 390 milímetros na traseira. Pneus Ultra High Performance (ultra alta performance) com 245 milímetros de largura na dianteira e 305 milímetros na traseira são responsáveis pelo contato com a pista. Eles são montados em rodas forjadas de liga leve com 20 polegadas, com porca central em alumínio fosco.

O desenvolvimento na área de Motorsport adaptou os sistemas de controle do Porsche Stability Management (PSM – gerenciamento de estabilidade) especialmente para o 911 R. Uma função de dupla debreagem nas reduções de marchas, ao pressionar o botão, também faz parte do repertório do 911 R, assim como o volante do motor com massa única opcional. O resultado é uma melhora significativa na espontaneidade e dinamismo do motor em altas rotações. Para uma praticidade irrestrita no uso diário, um sistema de levantamento pode ser pedido opcionalmente: ao toque de um tecla, ele eleva a distância livre do solo do eixo dianteiro em aproximadamente 30 milímetros.

Com peso total de 1.370 quilos, o 911 R é 50 quilos mais leve que o 911 GT3 RS. O capô e o para-lamas são feitos de carbono e o teto é de magnésio. Isto rebaixa o centro de gravidade do veículo. Os vidros traseiros e laterais foram substituídos por plástico com baixo peso. Outros fatores que contribuem para isso é a redução do isolamento interno e a omissão do banco traseiro. O sistema de ar-condicionado opcional e o rádio, incluindo o sistema de áudio, também foram escolhidos para o processo de “emagrecimento”.*

Lobo em pele de cordeiro: o visual clássico do 911 com tecnologia GT de com-petição.
Do exterior, o 911 causa uma impressão discreta. À primeira vista, a carroceria assemelha-se a do Carrera. Apenas a frente e a traseira da carroceria, lembrando o 911 GT3, dão uma pista do local de nascimento do 911 R: o departamento de competições sediado em Flacht. Em termos técnicos, porém, o 911 R tem muito a mostrar sob a tampa do motor: sua tecnologia de propulsão vem do 911 GT3 RS. Todos os componentes de baixo peso da carroceria e o chassi completo têm origem no 911 GT3. Com vistas ao uso na estrada, porém, a carroceria dispensa a grande asa traseira fixa. No lugar dela, um defletor traseiro retrátil, como o usado nos modelos Carrera, e um difusor inferior específico dos modelos R geram a força aerodinâmica necessária. Os parachoques dianteiro e traseiro são os do 911 GT3. O sistema de escapamento esportivo é construído em titânio, material mais leve. Um spoiler pronunciado foi redesenhado e instalado na dianteira. Os logotipos da Porsche nas laterais do veículo e as faixas coloridas contínuas em vermelho ou verde sobre toda a seção intermediária do veículo mostram sua relação com seu lendário antecessor.

O condutor senta-se em um banco como se fosse uma concha, totalmente em carbono com painéis centrais de tecido com design Tartan Pepita, relembrando o primeiro 911 dos anos 1960. Um volante esportivo GT “R-specific”, com 360 milímetros de diâmetro obedece aos comandos do motorista. As trocas de marchas acontecem na forma tradicional, através de uma alavanca de mudanças com especificação R de curso reduzido e do pedal da embreagem. Frisos decorativos de carbono no interior, com um escudo de alumínio encrustado no lado do passageiro indicam o número de série do 911 R. Um item típico dos veículos GT são os tirantes que usados para abrir as portas por dentro.

Lançamento e preços
Pedidos do 911 R podem ser realizados a partir de agora. Na Alemanha, ele estará nas concessionárias em maio de 2016. Com os itens obrigatórios no país e o imposto de valor adicionado incluídos, ele custará 189.544 euros.

No Brasil a chegada deste modelo está prevista para o segundo semestre de 2016. Preços e pacotes de equipamentos para o país ainda não estão definidos.

*O pacote de equipamentos para o Brasil ainda esta sob definição.

Sobre a Porsche Brasil:
A Porsche Brasil está sediada em São Paulo e iniciou suas operações no país em agosto de 2015, além disso é a primeira subsidiária da América Latina. Atualmente, a rede de concessionária da Porsche no país é formada por seis Porsche Centers. A Stuttgart Veículos é proprietária e administradora integral das concessionárias da Porsche em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Curitiba. Em Brasília e Ribeirão Preto, a marca é representada pela Eurobike.

Equipamento japonês promete maior torque e economia

Equipamento com tecnologia japonesa revolucionária aumenta torque, potência do motor e diminui o consumo

 

São Paulo, 24 de fevereiro de 2016.

R-1 EcoPower

Está previsto para estrear no Brasil no mês que vem, um equipamento automotivo, que pode ser instalado de forma simples nos veículos, e que aumenta o torque em aproximadamente 10%, a potência do motor em torno de 5% e reduz o consumo na casa de 10%.

Denominado R1 EcoPower, o equipamento consiste em uma pequena caixa preta, que é ligada ao polo negativo da bateria e a mangueiras do radiador e do filtro de ar do veículo, não alterando a característica original do carro e de facílima instalação.

R-1 EcoPower2

A tecnologia, desenvolvida no Japão há cerca de 30 anos, foi originariamente desenvolvida para uso industrial. Utilizado para reduzir a energia estática de vários tipos de equipamentos.

Com o passar dos anos, começou-se a pesquisar e desenvolver o uso deste princípio para a redução da energia estática de partes importantes de motores a combustão dos automóveis. Hoje, esta tecnologia desenvolvida para uso em automóveis está patenteada no Japão e em vários países, inclusive no Brasil.

O produto está disponível para todos motores a gasolina, diesel com capacidade de até 4 toneladas e inclusive para a motores a álcool e flex brasileiros.

A repercussão e sucesso do equipamento no Japão e em outros países, está chamando a atenção de grandes montadoras, levando a realizem testes em seus modelos, para que os mesmos já saiam de fábrica com ele.

O empresário brasileiro Eduardo Yujiro Abe, que possui também cidadania japonesa, foi diversas vezes ao Japão conhecer o produto e auxiliar o desenvolvimento e testes do produto para o mercado brasileiro, e no início desse ano, fechou um contrato de exclusividade com o fabricante para o mercado nacional.

O produto está em processo de fabricação no Japão, e deve estrear no Brasil em março deste ano com oR-1 PWR (POWER), para motores pequenos gasolina/flex até 2.0.

Já está previsto para agosto as versões para motores acima de 3.0, diesel, diesel com turbo e diesel com turbo e intercooler

Também estão em processo de pesquisa e desenvolvimento, outros modelos para uso em motocicletas de baixa cilindrada e para motores diesel com maior capacidade, com foco em caminhões pesados e ônibus.

O preço estimado é de 145 dólares (aproximadamente R$ 580,00) para o modelo mais básico.

A empresa está credenciando canais de revenda em todo Brasil. O foco são oficinas mecânicas em geral, oficinas de preparação e tunning, lojas que instalam acessórios, como som e insulfilm, e concessionários de veículos. Os interessados devem preencher ficha de cadastro no site http://www.r-1ecopower.com, ou entrar em contato pelo e-mail info@r-1ecopower.com.

 

Maserati apresenta seu primeiro SUV

Maserati revela imagens da Levante

Apresentação do primeiro SUV da marca italiana será no Salão de Genebra, na Suíça

Maserati Levante (4)
​Modena, 20 de fevereiro de 2016 – A Maserati revelou na noite de sexta-feira, as primeiras imagens da Levante – primeiro SUV da centenária marca italiana. A apresentação do carro será feita durante a edição 2016 do Salão de Genebra, na Suíça, a partir do dia 03 de março. Com este lançamento, a Maserati complementa sua linha de produtos que já conta com sedãs e superesportivos: Quattroporte, Ghibli, Granturismo e Grancabrio.O design do carro faz claras associações ao estilo Maserati e o caráter de um automóvel italiano: uma frente agressiva marcada por faróis afilados e separados em dois elementos. A assinatura Maserati está presente nas laterais dianteiras com as três lendárias tomadas de ar, enquanto o pilar-C carrega o logo “Saetta” (tradicional tridente da marca). As linhas são típicas de um automóvel de alto desempenho.

Maserati Levante (2)

Tecnicamente, o chassi da Levante foi projetado para combinar o desempenho típico de um Maserati no asfalto, sem perder o conforto e a dirigibilidade em terrenos off-road ou de baixa aderência. Equipamentos de ponta equiparão os modelos Levante em todas as versões, como por exemplo a suspensão eletrônica com molas e amortecedores controlados, que poderão ser configurados em diferentes níveis. Também se destacam: a tração integral inteligente “Q4” e o câmbio automático de oito velocidades desenvolvido para o SUV.

A motorização terá opções à gasolina e à diesel. Todas já adequadas às normas Euro-6 de emissões. A Maserati Levante será produzida na fábrica de Mirafiori, em Turim, na Itália. As primeiras unidades já saíram da linha de produção e devem chegar aos concessionários europeus ainda na primavera do hemisfério norte. No Brasil, onde a Maserati é representada oficialmente pelo Grupo Via Italia, o carro será lançado em 2016. Mas ainda sem data, versões e preços definidos.